Falta de tempo

Falta de tempo. Quantas vezes já ouvi falar disso? Nunca liguei grande importância e até pensava que só as outras pessoas é que poderiam vir a tê-lo. Decerto, não é bem assim. Agora perdura em mim, envolto num stress que eu só queria poder cessar... consegue tornar a realidade um pouco mais ofusca e difícil de encontrar, embora tenha sido sempre tentada a combate-la. E não desisti. Contudo, os objectivos não foram atingidos e a moral é, a de sempre, para variar.
Por mais que me custe, a inspiração ficou lá atrás e não veio mais nesta bagagem de trabalhos, agora pesados sobre mim.
Esta época está a chegar ao fim, o que por sinal é bom, óptimo. Mais uns dias e paralisava sem saber onde, em planos desconhecidos, que nem eles próprios conseguiriam aguentar, esta pressão exercida em mim. Finalmente o tempo está a chegar e os pensamentos vão-se enterrando lentamente com areias finas que se cobrem, sobrepondo…
O descanso servirá, para esquecer essas teses e enfim, trazer de volta os ventos suspensos.

4 comentários:

Girl in the Clouds disse...

O descanso é bom para restabelecer o equilíbrio!!Kiss

Lili disse...

não chamaria falta de inspiração pelo contrário :)
no entanto há dias (épocas?) assim mesmo em que o tempo parece fugir-nos entre os dedos ou então que duvidamos que nos chegue esse tempo para as 1001 coisas que temos de fazer.
Bom ano 2010*

SaraSerrano disse...

Quando existe essa falta de tempo, há que , pelo menus tentar manter uma certa calma .

beijinhos :)

Rita da Maçaroca disse...

Talvez o tempo mais que nunca te signifique tanto e assim talvez te ajude a alcançar esses sonhos e ventos suspensos :)
Beijocas L'