Questões à vida #2

Estou hoje num estado de espírito que não se entende, nem por mim, nem pelos restos que me rodeiam. É um tipo de remorso por não ter aproveitado o que tive a oportunidade de ter entre braços, mesmo nas mãos.
Mas também: será que se tudo se tivesse passado de outra forma, hoje estaria aqui, assim? Alguém sabe o que nos foi reservado, se foi unicamente destinado um futuro a seguir?

4 comentários:

Né # disse...

Nunca sabemos se devemos agir ou não na altura certa, e depois fica sempre aquele arrependimento ... :X *

joana disse...

estamos as duas num mesmo estado de espírito. hoje dei por mim a fazer-me essas mesmas perguntas

ni disse...

eu também não gosto mesmo nada.
obrigada :)

annie disse...

nunca sabemos quando agir no momento certo ou não, isto até se por acaso existir momento certo. mas ficamos sempre a pensar como poderia ter sido, o que teria acontecido. mas de qualquer das formas isso acaba sempre por acontecer. acabamos sempre a perguntar-nos como teria sido se tivessemos agido de outra forma.
muito obrigada minha querida *