uma noite muito intima


Sentámo-nos num sofá, a televisão estava à frente, com um som mediano, que soava muito desfocadamente, enquanto os olhares eram intensos e o coração parecia bater cada vez mais forte. Estava capaz de ficar a olhar para ti durante a noite toda... Não sei ao certo o que me vagueava no pensamento mas quando já me tinham corrido dezenas de arrepios pelo corpo, a minha mão começou a deslizar tão rapidamente que meti tudo aquilo que estava a sentir num folha, que mais tarde veio a obter a tua resposta, outros testamentos que se prosseguiram, como se estivéssemos à distância, trocando excertos de sonho que nos deixavam num estado muito intimo. Estávamos bem perto até, mas nenhuma das bocas se atreveu a pronunciar o que quer que fosse. Estava tudo demasiado intenso e só os gestos é que pareciam suficientes para determinar aquilo que estava dentro do coração. As folhas encheram-se pela noite adentro e no fim de lidos os textos que continham uma grande carga sentimental, os corpos envolveram-se, acabando connosco num sono profundo.

14 comentários:

nii disse...

amei , amei , amei ! :)

« os corpos envolveram-se, acabando connosco num sono profundo. » completamente perfeito *.*

jo disse...

LINDOOOOO!

Danii disse...

tão bonito :)

joanarocha disse...

muito obrigada querida, mesmo *.*

inês disse...

desistir é a última palavra :D

inês disse...

felicidades também para ti querida :D

Ana Azevedo disse...

São bastante profundo os teus textos :) Adorei
Vou seguir se não te importares :)

inês disse...

ora essa! de nada :)

hayley bellamy disse...

ohm obrigada!! :D

Anniee. disse...

amei este texto :o amei mesmoo !

Anniee. disse...

de nada love :)

Anónimo disse...

amei :)
/wordsonthewind-ana.blogspot.com/

Anónimo disse...

mas mesmo :')
/wordsonthewind-ana.blogspot.com/

Anónimo disse...

adorei o:
escreve com um sentimento inexplicável :')

beijinhos*
RitaaB.