por entre as gavetas encontrei isto!


Gosto de ti! Era impossível conter tudo isto dentro de mim por muito mais tempo. Não há um dia em que não pense em ti. Adormeço contigo na mente noite após noite, numa espectativa relativa que me faz pensar e construir os acontecimentos que mais desejo.  
Não sei o que não nos faz estar juntos agora! Não sei porque é que “nós” não resultámos há anos atrás. Não sei muita coisa, mas isso pouco interessa para quem quer remediar esta relação! Porém, acho que este tempo todo nos fez consciencializar acerca de tudo o que nos sobra para sermos felizes daqui para a frente. Isto sim, é essencial.  
Não me arrependo de nada do que fiz contigo, nada mesmo! Só lamento aquilo que não fiz e acredita que, no que dependesse de mim, seria algo incontável. Estar a descrever tudo isso nesta carta seria uma falha, porque simplesmente é difícil, senão impossível, explicar certas obras que só se sentem quando estou contigo.  
Erro meu, foi não ter feito isto há mais tempo, declarar tudo o que tenho de resto para te proferir e suportar no meu passado o medo que muito provavelmente tomou conta de todo o meu estado, até há algum tempo atrás. Esse receio, foi-se embora e por minha vontade, nunca mais volta. Atrapalha qualquer um e só nos impede de sermos felizes.  
É difícil contar-te tudo refinadamente nesta noite! Aquilo que mais quero é ter tempo para decifrar o mundo contigo e dizer-te tudo aquilo que mereces ouvir. Nunca estive tão certa dum momento como agora.  
Quero dizer-te tudo aquilo que era capaz de fazer, para que tudo resultasse, desta vez. És importante, não tenho qualquer dúvida e o pânico apenas se afogou, para me deixar ler este bilhete e proclamar muitas outras palavras, um dia, se assim deixares. Desculpa se alguma vez te fiz sofrer. Deixa-me agora fazer mais e melhor, estar a teu lado e abraçar-te como nunca! Deixa-me prolongar este momento por tempo indeterminado, ao teu lado.

Nota: Esta carta, que havia sido escrita há alguns meses, foi encontrada hoje, ao acaso numa das minhas gavetas. O seu conteúdo, já não faz o sentido que fazia antes!


Everything changes.

4 comentários:

♥ marta. disse...

linda carta, sem dúvida.

ana moura disse...

adorei, adorei.. e o titulo do blogue?! perfeito:) <3

diana soares. disse...

adoro o nome do blog (;

* dianaa disse...

Pois , realmente é .