12.19 am


Qualquer dia, vou me embora. O tempo vai-me impedindo de estar aqui a desenhar as letras no meu caderno de eleição, aquele que contem quase tudo, onde coloco tudo o que por vezes vem à memória, relativamente a toda a falta que me fazes. Qualquer dia, fujo com este bloco de linhas, só para tu continuares a ter noticia minhas. Os tempos vão mudar, eu sei, mas eu não me vou esquecer de ti e no entanto, vou me embora, para longe disto tudo só para estar bem mais perto de ti.

5 comentários:

APF disse...

às vezes mudar-mos o nosso rumo só nos faz bem, acredita!! por mais dificil que seja..

joanarocha disse...

nao vais sair do blog pois nao? :O

patricia meneses disse...

Ir embora não signifa esquecer como tu bem dizes aqui no teu post, ás vezes apenas precisamos de mudanças, novos ares, se é que me perecebes, força*

joanarocha disse...

ah, assim gosto mais (:

patriciazevedo ♥ disse...

não agradeças , querida ( :

adoro este post. Está tao lindo , tão sincero !

"Os tempos vão mudar, eu sei, mas eu não me vou esquecer de ti" - compreendo-te tao bem .. há coisas , pessoas , que conseguem ser mesmo marcantes e impossiveis de apagar da nossa vida.

(':