O silêncio, uma palavra chave!


Só tu é que não me chateias e são poucas as vezes em que falas comigo. Mas nas vezes que falas, sinto me bem. Ao menos não levas as conversas para outros caminhos e nem sequer te pões a falar que nem um papagaio. Se há qualidade que admiro numa pessoa é o silêncio, para que eu a possa respeitar e ela me possa respeitar a mim. Acho que o silêncio é fundamental, nem que seja só mesmo, para não andar com a minha cabeça em molho. Se alguma vez tiver uma relação, vai ter que haver pausas e silêncios para reflectir ou descansar. Sou mesmo assim, tudo o que é demais enjoa e já ouvi dizer que o meu par ideal havia de ficar muito tempo calado. Que exagero, isso também não! Há que saber distinguir as coisas, sem excessos, claro.

2 comentários:

ana disse...

silêncio, eu gosto :)

Rita Norte disse...

Eu também sou assim, acho o silêncio essencial, mas lamento que muitas pessoas não reconheçam o seu valor e o quanto é importante numa relação e o seu valor até mesmo no dia a dia.