eu também gosto muito de ti!


Sinto-me numa altitude, acima do céu, não por me achar melhor que os outros, mas sim porque estou leve e preciso desta plenitude para tomar decisões importantes. Podia ter suspeitado, mas como não gosto de tirar conclusões, deixei as coisas andarem... E entretanto houve coisas que mudaram, nomeadamente a tua forma de estar quando estavas junto a mim e o silêncio que deixavas pairar, quando estávamos os dois, sozinhos. Depois de alguma insistência para dizeres, o que querias tanto falar comigo, decidi escrever este texto, porque fui apanhada de surpresa, tal como te disse e não sei o que fazer. Por um lado, e como já tinha referido está na hora de entrar em novas aventuras, mas acima de tudo, eu não me quero voltar a magoar, até porque ainda não consegui excluir restos que ficaram de um outro amor e aposto que o que ficou até agora, irá permanecer. Um dia, vais conhecer-me melhor e entender! Até lá, eu também gosto muito de ti!


17 comentários:

Ran disse...

Olha que jeito que tens para escrever, digo-te desde já.
Gostei muito do teu desabafo <3

-PatríciaLourenço disse...

pois é os amores deixam marcas quase para sempre :)
É bom ler isto =b

carina disse...

gostei bastante:)

A. disse...

abre o teu coração, deixa-o sentir*

carina disse...

oh,que querida:) obrigada eu:)

wendy disse...

aí qe lindooo *-*

Ran disse...

Ora, escrevo nada.
Não tens que agradecer, mas se quiseres, apenas continua aqui a escrever. É o melhor agradecimento que me podes dar <3

patricia meneses disse...

ohh, muito obrigada eu :))

Jun disse...

obrigada! <3

Ran disse...

Oh, gosto de saber, se te faz mesmo bem escrever, continua sempre <3

Ran disse...

Oh que bom <3

Maria Filipa disse...

olha, eu adoro isto completamente *

wendy disse...

de nada c:

Saara disse...

adoro!

APF disse...

nem sei se posso chamar isto de amor..

Maria Filipa disse...

oh que ternurinha que tu és <3

ana disse...

eu gostei muito! * de nada.