Será fragilidade?

Andar, faz-me ir ao mais profundo pensamento. Faz-me sonhar com o impossível e querer aquilo que no passado tive e agora já não me pertence. Chamo-lhe de fracasso, pois invoquei para que nunca mais ocorresse e agora, em meu crânio aclama a dor curada.
Decerto que isto nunca me acontece, por isso tenho dúvidas, que só o tempo pode explicar. Talvez desta vez seja diferente e valha a pena, quiçá eu volte a sentir aquilo que eu senti e nunca mais usufrua deste meu triste estado.
Enquanto isso, vou-me perdendo a pensar…

4 comentários:

filipa disse...

andar faz disto sim :)
e não é fragilidade meu bem <3

Gabriela disse...

um dia tudo passa :)

Catarina Reis disse...

Gostei muito do blogue. E não será fracasso, muito menos fragilidade.
Vou seguir.

P' disse...

Um dia as coisas deixam de ter tanta importancia e conseguimos ver com clareza.