Solta tudo o que vem de ti

Bem sei que gostavas de preencher e possuir algo, presentes numa pessoa. Bem sei, igualmente, que o teu pensamento se remete ao infinito quando se trata de outro ser que respira. Enquanto negas, eu sopro, sabendo tal como tu, a verdade dos factos, que te fazem vir à superfície.
Pois, a compreensão, em vários instantes passa a ser tratada num plural, que um dia te pode vir apertar a mão e libertar um carícia lenta e quente, que sem dúvida, fará voltar o olhar que tanto persegue, alguns dos nossos beijos. Deixa a nossa inerência percorrer um pouco, soltar os espíritos que tanto teimam em não sair de ti.

7 comentários:

- Sílvia • disse...

- Lindíssimo ^^

neechee disse...

lindo :] ♥

Sara Santos disse...

já estava com saudades de vir ao teu cantinho*

Marta disse...

super giras, não acho que sejam. apenas carrego fotos de um pouco do meu quotidiano.

Marta disse...

gostova evoluir um pouco no que toca a fotografia.

Marta disse...

acho que são um pouco caros.

disse...

lindooo